Pigmaleão e os Sonhos

Pigmaleão e os Sonhos

Pigmaleão era um escultor da Grécia antiga. Vivia imerso no seu trabalho, esculpindo em casa fantásticas obras de arte. O comportamento indecente das mulheres de Chipre horrorizava-o. No entanto, como não era indiferente à beleza feminina. Assim, um dia decidiu esculpir a sua própria ideia de uma mulher perfeita. A figura era de uma beleza tão grande, trabalhada com tanta arte e parecia tão viva, que se enamorou por ela e lhe chamou Galatéia.
Um dia foi a um festival em honra da deusa do amor e da beleza, Afrodite, e pediu-lhe que lhe permitisse encontrar uma mulher igual a Galateia. A deusa ficou curiosa e, antes de Pigmaleão voltar a casa, passou por lá e ficou maravilhada quando viu a sua obra de arte. Assim, em vez de lhe encontrar uma mulher igual a Galateia, decidiu dar-lhe vida.
Pigmaleão voltou para casa e encontrou Galateia viva, tal como um ser humano, ficando naturalmente em êxtase.

As nossas expectativas e percepção da realidade influenciam a forma como nos relacionamos com a mesma: redefinimos a realidade de acordo com as nossas expectativas em relação a ela. A nossa vida é uma profecia auto-realizável, somos nós que fazemos a profecia e nós que a fazemos acontecer. Portanto, o importante é abrir asas e voar, pensar mais além e seguir o nosso próprio vento. Pouco interessa se no caminho as asas nos atraiçoem e caiamos, porque na verdade quando voltamos a olhar para trás, aquilo que fica é a doce recordação dos momentos que passámos lá no alto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s