Tarte de Figos e Mel

Setembro chegou e, com ele, os dias mais curtos, as noites mais frias, os tons alaranjados da folhagem, as colheitas de maçãs, figos, mel e uvas. Setembro é o mês do novo ano escolar, ano esse que já não rege o meu calendário. No entanto, tal como nos anos em que tal acontecia, sinto que é um mês que convida à introspecção. Talvez por se aproximar a altura de tomar grandes decisões sobre o meu futuro, a minha calma natural é inundada por um turbilhão de ideias e emoções, o mesmo carrossel que me invadia nos inícios dos anos lectivos. Infelizmente parece que a idade e o tempo não trazem consigo certezas absolutas, aliás apenas aumentam a minha dificuldade de decisão ao me mostrarem que o meu caminho para ser feliz pode ser por estradas bem diferentes umas das outras. Isto de tomar decisões sobre a vida é um processo por vezes demasiado egocêntrico para mim: O que quero? O que é melhor para mim? O que é mais importante para mim? Como quero o meu futuro? Enfim… anseio pelo dia em que possa olhar para trás e rir-me da minha capacidade de indecisão e de fragmentar um problema em milhões deles.

“Só quem nunca pensou chegou alguma vez a uma conclusão. Pensar é hesitar. Os homens de acção nunca pensam.” (Fernando Pessoa)

13092015-DSC_0580

Tarte de Figos e Mel

Pâtisserie Magique

Base: 200g bolacha triturada, 80g manteiga derretida

Recheio: 3 gemas, 3 claras em castelo, 50g açúcar em pó, 70g mel, 250g queijo tipo Philadelphia magro, 70g farinha, 1 c. chá canela em pó, 200g figos frescos.

  • Pré-aquecer o forno a 150ºC. Preparar uma forma de 22cm de diâmetro.
  • Preparar a base: Misturar bem os ingredientes até formar uma massa. Pressionar na forma. Levar ao forno durante cerca de 10min, até dourar.
  • Bater as gemas. Juntar progressivamente o açúcar, mel, queijo, farinha e canela.
  • Incorporar as claras em castelo.
  • Dispor os figos cortados em quartos na base e verter o recheio sobre a base.
  • Levar ao forno durante cerca de 60min.
  • Deixar arrefecer, desenformar, glacear com um fio de mel e polvilhar com canela.

Bom apetite!!

13092015-DSC_0565

Uma entrada simples…

A combinação de figos, queijo e presunto é uma das minhas favoritas, talvez por ser apreciadora da presença simultânea do doce e do salgado. Fica uma entrada muito simples, mas com grande potencial

DSCF2813

Figos Recheados e Abraçados

Fazer dois cortes no topo de cada figo. Rechear com uma colher de sopa de requeijão. Envolver com uma fatia de presunto, temperar com vinagre balsâmicoe levar a forno pré-aquecido a 180ºC durante 15 min.

Scones

Agora que nos começamos a habituar à vida de Outono, é altura de voltar aos chás e ao cheiro de coisinhas boas a sair do forno. De tempos a tempos sabe bem ter uma pequena surpresa para o lanche. Nestas ocasiões o melhor é optar por algo simples e rápido, até porque a correria da semana arrasta-se para o fim-de-semana e a economia de tempo também se impõe na cozinha.

DSCF2847

Scones

Fonte de Inspiração: Dias com Mafalda

3 1/2 cháv farinha sem fermento

3 c. chá fermento em pó

1 c. chá sal

1 cháv buttermilk (leite + 1 c. sopa sumo limão)

1 ovo

2 c. sopa açúcar (mais extra para polvilhar)

75 g manteiga derretida (mais extra para pincelar)

P9ré-aquecer o forno a 200ºC e forrar um tabuleiro com papel vegetal.

Misturar numa taça a farinha, fermento e sal. Noutra misturar o ovo, buttermilk e açúcar.

Juntar 2/3 da farinha na mistura de buttermilk. Aos poucos adicionar a manteiga. Juntar a restante farinha e amassar bem.

Estender a massa (cerca 2 cm altura) com um rolo numa superfície enfarinhada. Cortar círculos com um cortador de bolachas (faz 18). Pincelar com manteiga derretida e polvilhar com açúcar. Levar ao forno 15-20 min.

DSCF2830

Variações:

A) Incorporar na massa 30 g de nozes grosseiramente picadas, 60 g figos secos cortados e 1 colher de sopa de canela

B) Incorporar na massa 75 g de chocolate preto grosseiramente picado e 50 g de arandos secos

DSCF2837

Bolo de Figos

Apesar da temperatura ainda ser bastante veranil, as cores do quintal já se mudaram para os castanhos de outono. Nós vamo-nos envolvendo nestes jogos de cores e sabores e vamos trocando os protagonistas dos nossos pratos. Para suavizar o processo psicológico damos um toque de limão para lembrar o sol do verão, um sabor suave e calmante a azeite, a doçura dos figos para adocicar o alma e o calor da canela e do gengibre para começar a aquecer o coração.

Bolo_Figo_2

Bolo de Figos

150 g açúcar

Raspa de 2 limões

75 g manteiga derretida

100 g azeite

Sumo de 1 limão

250g de farinha peneirada

1 c. chá fermento em pó

3 ovos

1 c. chá canela em pó

1 c. chá gengibre em pó

Figos (cerca de 10)

Pré-aquecer o forno a 180ºC e forrar uma forma redonda com papel vegetal

Misturar a raspa de limão com o açúcar, até o primeiro libertar as suas fragâncias. Numa taça à parte, juntar a manteiga derretida, azeite e sumo de limão.

Juntar os ovos à mistura de açúcar e bater até aumenta de volume. Adicionar a mistura de azeite e manteiga, batendo sempre. Envolver a farinha, fermento, canela e gengibre, evitando bater demasiado.

Deitar 2/3 da massa na forma e dispor os figos cortados em quartos por cima, formando 2 círculos concêntricos. Cobrir cuidadosamente com a restante massa.

Levar ao forno durante 35-45 min.

Bom apetite!

Bolo_Figo_1