Bolo para o Café

Caramelo, café e fim-de-semana. Parece-me impossível não gostar desta combinação! O inebriamento começa logo durante a cozedura, quando o caramelo se começa a espalhar por todas as divisões da casa. Felizmente não é necessário muito tempo no forno e, portanto, a tortura olfactiva é de curta duração e, rapidamente, podemos experimentar com todos os sentidos a maravilha que são estes quadradinhos. Um excelente extra para uma tarde caseira de domingo.DSC_0399 DSC_0409

Streuselkuchen

Streusel: 90g manteiga (em cubos), 150g farinha, 1/2 c. chá fermento, 100g açúcar amarelo

Caramelo: 100g açúcar, 1/2 c. chá café instantâneo

Massa do bolo: 100g manteiga, 225g açúcar amarelo, 4 ovos, 225g farinha, 1/2 c. chá fermento, 50mL café espresso frio, 1 c. chá café instantâneo, 2 c. sopa café de cevada

DSC_0382

  • Pré-aquecer o forno a 180ºC. Forrar um tabuleiro fundo (30×35 cm) com papel vegetal. Forrar um segundo tabuleiro com papel vegetal.
  • Caramelo: colocar o açúcar num pequeno tacho, polvilhar com água e levar a lume forte. Agitar suavemente, mas não mexer. Quando ficar dourado, polvilhar com o café e, depois, verter no segundo tabuleiro. Deixar arrefecer e endurecer.
  • Streusel: Colocar a manteiga, farinha, fermento e açúcar numa tigela. Esfregar entre os dedos até formar pequenas migalhas. Guardar no frigorífico.
  • Bolo: Bater a manteiga com açúcar até obter uma massa esbranquiçada. Juntar os ovos, um a um. Incorporar a farinha e o fermento. Adicionar o espresso, café instantâneo e café de cevada.
  • Colocar a massa do bolo no tabuleiro e espalhar uniformemente.
  • Esmagar o caramelo e misturar com o streusel. Polvilhar metade sobre a massa do bolo.
  • Formar torrões com o restante streusel e espalhar, também, sobre a massa.
  • Levar ao forno durante 20-30 min. Deixar arrefecer durante 10 min antes de desenformar e cortar em fatias.

Bom apetite!!

DSC_0411

Anúncios

Bolo Tiramisú

Um dos meus maiores problemas quando tenho que fazer um bolo é decidir qual fazer. Na semana passada foi o aniversário do meu pai. Depois de ter andado cerca de duas semanas com ideia de fazer um bolo de chocolate com um toque picante de pimenta, eis que vejo um programa da Nigella em que é feito um belo tiramisú. Logo me lembrei que esta era uma das sobremesas favoritas do meu pai. No entanto, o meu objectivo era mesmo um bolo e, portanto, em vez das camadas de palitos de la reine, optei por uma massa de bolo simples, estilo genoise. Ficou um bolo muuuito saboroso. Fica ligeiramente humedecido com um xarope de café e amaretto super agradável e a cobertura de mascarpone fica mesmo excelente, nada pesada.

DSCF2821

Bolo Tiramisú

Inspiração: Baunilha e Caramelo, Cozinha – O Coração da Casa

Bolo: 3 ovos, 3 c. sopa de água quente, 180 g açúcar, 75 g farinha, 75 g maisena, 1 c. chá fermento

Pré-aquecer o forno a 180ºC e preparar uma forma redonda com papel vegetal.

Bater os ovos com a água quente até ficar espumoso. Juntar o açúcar, continuando sempre a bater durante cerca de 2 min. Ir juntando as 2 farinhas e o fermento alternadamente. Bater em velocidade baixa ate a massa ficar fofa. Levar ao forno durante 25-30 min. Retirar e deixar arrefecer completamente

Calda: 150 mL de água, 100 g açúcar, 1 café expresso, 20 mL licor amaretto

Levar ao lume a água com o açúcar até este dissolver. Retirar do lume e juntar o amaretto e o café. Misturar bem. Deixar arrefecer completamente.

Cobertura: 1 ovo (clara e gema separados), 35 g açúcar, 2 c. sopa calda, 250 g mascarpone, 1 mão cheia de nozes tostadas grosseiramente picadas, cacau em pó

Bater a clara até ficar firme. À parte bater a gema com o açúcar e a calda. Juntar o mascarpone e bater bem para misturar. Incorporar as claras na mistura.

Montagem: Cortar o bolo ao meio. Colocar uma camada de bolo o prato de servir e humedecer com a calda. Cobrir com a mistura de mascarpone e polvilhar com chocolate em pó. Colocar a outra camada de bolo por cima e pincelar novamente com a calda. Cobrir com a mistura de mascarpone. Polvilhar abundantemente com chocolate em pó e levar ao frigorífico durante pelo menos 3 h.

Na hora de servir, misturar as ozes com 2 colheres de sopa de chocolate em pó e polvilhar por cima. Depois polvilhar novamente com 1 c. chá de chocolate em pó.

Bom apetite!

DSCF2827

Diz que é uma espécie de Tiramisú

A minha cozinha é muito pequenina, mesmo muito limitada: duas placas eléctricas e lavatório, não há forno nem  acessórios especiais. Por isso, as tarefas de pastelaria tornam-se algo complicadas! Mas quando se recebem visitas que nos importam, há sempre um desejo interior de ser uma boa anfitriã e de preparar algo diferente e saboroso.

Para este tiramisú só são necessários utensílios que toda a gente tem na cozinha. O aspecto é mt parecido com o original, mas não quero que se sintam defraudados: o sabor é agradável, mas não é “o” sabor. De qualquer forma, é bem melhor que nada! 🙂

DSCF0720

Uma espécie de Tiramisú

Ingredientes:

1 chávena de café

500 g de queijo Quark magro

3 c. sopa de capuccino em pó

3 c. sopa de açúcar baunilhado

1 c. sopa de cacau em pó

Palitos de la Reine (cerca de 250 g)

 

Preparação:

Combinar o Quark com 1 colher de sopa de café, o capuccino em pó e o açúcar baunilhado, até ficar bem suave.

Colocar o café numa taça, molhar os palitos ligeiramente e colocar na forma.

Dispor por cima a mistura de quark, depois novamente os palitos e a mistura de quark. Levar ao frigorífico durante a noite.

Antes de servir polvilhar com o cacau.

Bon Appetit!!