Frango com Mel e Limão

Frango com Mel e Limão

Frango, mel e limão são uma combinação infalível. O alecrim normalmente também é um bom pareceiro para este trio, mas não estando disponível, recorri a outras ervas, que deram de igual forma um belo resultado final

Frango com Mel e Limão
Ingredientes
2 peitos de frango
1 limão
1 colher de sopa de mel
1 c. sopa de basílico
1 c. sopa de mistura de ervas italianas

Levar os peitos de frango com o sumo de meio limão e meia colher de mel ao lume. Temperar com sal, pimenta e o basílico. Deixar ir cozinhando, virando ocasionalmente. Quando o sumo tiver evaporado, juntar o sumo da outra metade do limão e mais meia colher de sopa de mel. Deixar cozinhar. Quando o sumo estiver novamente a evaporar juntar 1/2-1 copo de água e as ervas italianas. Convém provar, pois dependendo da acidez do limão pode ser necessário retocar os temperos ou adicionar um pouco mais de água.

Bon Appetit!!

Anúncios

Cloudy Days

Cloudy Days

(Foto via Pinterest)

 

Com o tempo lá fora a gritar Outono é difícil acreditar que já é quase Julho e que esta excursão por terras germânicas (finalmente) está quase a acabar. Também se torna mais difícil arrancar de dentro de mim o Sol para poder iluminar o meu estudo. Remédio: escolher uma banda-sonora que me encha o coração e que me afaste do cinzento do horizonte.

 

Tofu com Pimentos e Bulgur

Tofu com Pimentos e Bulgur

Uma das grandes chatices de se morar sozinho é que não há grande espaço para variar naquilo que se cozinha. É mais difícil gerir as quantidades e facilmente acabo por ter refeições para duas ou três vezes. Para além disso, é muito mais fácil os prazos de validade se aproximarem rapidamente do fim. Foi isso que aconteceu com o tofu, daí aparecer tão rapidamente uma nova receita com este protagonista.

Tofu com Pimentos e Bulgur
-200 g de Tofu (em cubos)
-1/2 cebola, cortada às fatias
-1 mão cheia de mistura de pimentos (usei congelados)
-1 c. chá de mel
-Sal e pimenta
-1 c. chá harissa
-Bulgur

Começar por preparar o bulgur: levar num tacho ao lume com o dobro em água, até a água evaporar e o bulgur estar cozido
Fazer um refogado com a cebola e, quando esta estiver translúcida, juntar os pimentos e o mel. Deixar durante alguns minutos e, depois adicionar o tofu. Temperar com o sal, pimenta e harissa. Deixar cozinhar mais cerca de 5 min.

Bon Appetit!!

Domingo, 23 de Julho de 2013

A praia abandonada recomeça
logo que o mar se vai, a desejá-lo:
é como o nosso amor , somente embalo
enquanto não é mais que uma promessa…

Mas se na praia a onda se espedaça,
há logo a nostalgia duma flor
que ali devia estar para compor
a vaga em seu rumor de fim de raça.

Bruscos e doloridos, refulgimos
no silêncio da morte que nos tolhe,
como entre o mar e a praia um longo molhe

de súbito surgido à flor dos limos.
E deste amor difícil só nasceu
desencanto na curva do teu céu.

David Mourão-Ferreira

Bistro Style

O jantar de 6ª Feira é, por regra, algo simples, rápido mas cheio de sabor, bom para ir saboreando lentamente. No simples é que está o ganho! Esta é uma óptima ideia para isso mesmo, os cogumelos combinam na perfeição com o bleu d’auvergne e as ervas aromáticas, ajudam a alegrar as papilas gustativas.

DSCF1077

Bruschettas de Cogumelos
Ingredientes

1/2 cebola, laminada finamente

1 dente de alho, laminado

2 copos de cogumelos laminados (usei congelados)

1 c. de sopa de vinagre

1 c. de sopa de polpa de tomate

Sal e pimenta

1 c. sopa de mistura de ervas italianas

Bleu d’auvergne

4 fatias de pão

 

Preparação

Fazer um refogado com a cebola e o alho. Quando a cebola estiver transparente, juntar os cogumelos. Deixar que estes libertem os seus sumos, durante cerca de 5 min. Juntar o vinagre e a polpa de tomate. Temperar com sal e pimenta. Cozinhar mais cerca de 5 min. No final temperar com as ervas italianas. Entretanto, tostar ligeiramente o pão. Dispor a mistura de cogumelos sobre o pão e juntar bocadinhos de bleu d’auvergne.

Bon Appétit!!

 

Caril de Tofu e Courgette

Caril de Tofu e Courgette

Já andava há algum tempo para experimentar fazer um caril e, agora, finalmente encontrei uma receita que me agradou e tinha quase tudo o que era preciso. As únicas alterações que fiz foram não utilizar tomate (tinha gasto numa salada ao almoço) e no final polvilhar com coentros.
Este foi o meu primeiro caril, tanto a cozinhar como a saborear, por isso, não tenho propriamente nenhum termo de comparação. De qualquer forma, fiquei bastante agradada com a mistura de sabores do mel com o caril e o iogurte. E o impacto visual (sim, porque os olhos também comem), também é bastante intenso. Aliás, o vermelho do tomate ia combinar muito bem com esta mistura de cores. Parece-me que vou procurar mais umas receitazinhas, para me ir aventurando por coisas novas.

Bon Appétit!