Bolo Húmido com Ingredientes Secretos

Este foi ano da courgette no nosso quintal e são autênticos exemplares dignos do livro do Guiness. Por isso, para além de entrar em sopas, ratattouilles, aperitivos da avó e invenções estranhas do meu pai, ainda sobra para as minhas próprias invenções. Já tinha aparecido uma por aqui há umas semaninhas atrás. Desta vez, eu e a minha irmã mais nova fomos até mais longe e inventámos ainda mais. Deixámo-nos guiar pelo olfacto e paladar, os nossos melhores amigos na cozinha, e o produto final ficou até bastante interessante: muito húmido, com um toque de caramelo, umas pequenas surpresas de chocolate derretido e um leve aroma a limão. Ninguém conseguiu adivinhar os principais ingredientes, mas ficou aprovado!

DSCF2787

Bolo muuuuito húmido

1 3/4 chávena farinha

1/2 chávena cacau em pó

2 c. chá fermento em pó

1/4 chávena de azeite

1 1/2 chávena açúcar mascavado

2 c. chá de baunilha

1 c. sopa sumo de limão

1 3/4 chávena de courgette ralada (espremer bem)

1/2 chávena cenoura ralada

1 mão cheia de “chocolate chips”

Topping: 1 chávena açúcar, 2 c. sopa farinha, 1 1/2 c. chá canela, 2 c. sopa de manteiga

Pré-aquecer o forno a 180ºC e forrar uma forma redonda com papel vegetal.

Numa taça misturar a farinha, cacau e fermento. Noutra taça maior misturar o açúcar com o azeite, baunilha e sumo de limão. De seguida adicionar a courgette e a cenoura e envolver bem. Juntar a mistura de farinha à de cenoura e courgette.

Preparar o topping misturando os igredientes até ter consistência de crumble.

Colocar metade da massa na forma e, depois, cobrir com metade do toppig. Repetir com a restante massa e topping. Levar ao forno durante cerca de 50 min (vai estar ainda um pouco húmido/ liquido, mas ao arrefecer fica mais caramelizado). Desenformar quando já estiver arrefecido. Cobrir com a cobertura de iogurte e algumas nozes tostadas.

Cobertura de Iogurte e Limão

Misturar 1 Iogurte natural com raspa de 1 limão e 1 c. sopa de açúcar. Levar ao frigorífico durante meia-hora.

DSCF2798

Anúncios

Uma espécie de Frittata

As frittatas são excelentes para reaproveitar sobras. Desta vez havia uma dourada assada do jantar de 2ª feira que tinha que ser utilizada, por isso, foi ela a estrela principal. Juntaram-se ainda à festa ervilhas, cenouras e queijo dos açores.  Como não temos nesta casa frigideira, acabou por não ser frita no início, assemelhando-se mais a uma tarte sem a massa. Como o queijo é bastante forte acabou por apagar o sabor do peixe, mas mesmo assim ficou saboroso.

DSCF2684

Frittata

1 dourada assada, desfiada

1 cebola às rodelas

1 dente de alho fatiado

400 g de mistura de ervilhas e cenouras congeladas

4 ovos

1 copo de leite

3 c. sopa de pão ralado

2 c. sopa de queijo da ilha ralado (mais um pouco para polvilhar)

Sal, pimenta, ervas aromáticas a gosto (usei uma mistura de ervas da provença)

Pré-aquecer o forno a 180ºC e preparar uma forma de ir ao forno com azeite e farinha. Refogar a cebola e o alho num fio de azeite. Juntar o peixe desfiado e envolver. Juntar a mistura de ervilhas e cenoura. Deixar durante uns minutinhos e, depois retirar do lume. Numa taça bater os ovos e o leite. Adicionar o pão ralado e o queijo da ilha. Temperar com sal, pimenta e ervas. Colocar a mistura de peixe e legumes na forma e, de seguida, verter o líquido por cima. Polvilhar com queijo ralado e levar ao forno durante cerca de 30 min. Serve 4 pessoas.

Bom apetite!

DSCF2686

P.S.: Outras sugestões para reaproveitar sobras