Pfirsichkuchen

As aparências iludem. Apesar do ar despretensioso deste bolo, por baixo de uma camada rústica de crumble esconde-se um recheio suave e delicado de cheesecake e pêssegos. A base de bolo também prima pela modéstia. Mas a verdade é que toda esta variedade resulta numa combinação vencedora. DSC_0750 DSC_0760

Pfirsichkuchen

Massa: 175 mL leite morno, 350g farinha, 2 c. chá levedura, 40g açúcar, 1 ovo, raspa 1/2 limão, 50g manteiga

Recheio: 2 ovos, 50g açúcar, 500g quark/ queijo philadelphia, 2 c. sopa maisena, ±800g pêssegos (em quartos)

Streusel: 200g farinha, 100g açúcar, 100g manteiga

  • Colocar a farinha numa taça e fazer um buraco no meio. Colocar a levedura no centro, juntamente com metade do açúcar. Verter 50mL de leite e ir misturando. Cobrir e deixar repousar 10 min num local quente.
  • Juntar o ovo, restante açúcar, casca de limão e manteiga. Amassar, juntando o restante leite até ficar uma massa lisa e elástica. Tapar e deixar repousar mais 30 min.
  • Preparar o recheio: Misturar os ovos com o açúcar. Incorporar o quark e a maisena. Bater bem até ficar uma massa fofa e suave.
  • Preparar o streusel: Colocar a manteiga, farinha e açúcar numa tigela. Esfregar entre os dedos até formar pequenas migalhas.
  • Pré-aquecer o forno a 180ºC. Preparar uma forma de 30x40cm.
  • Distribuir a massa na forma. Espalhar o creme por cima e distribuir os quartos de pêssegos em fila. Polvilhar com o streusel.
  • Levar ao forno durante 35-40min. Desligar e deixar repousar no forno durante mais 10 min. Arrefecer antes de desenformar.
  • Polvilhar com açúcar em pó.

Bom apetite!!

DSC_0775 DSC_0781

Bolo de Limão e Côco

 

O últimos dias solarengos despertaram em mim o desejo de destinos mais longínquos. E, quando este wanderlust aperta, uma das formas de não entrar no ciclo vicioso do suspiranço é alimentar a cabecinha de sabores mais exóticos. Bem sei que o limão não é dos sabores mais incomuns, mas a verdade é que junto com o côco transporta-me praias paradisíacas, águas transparentes e quentes, noites estreladas e silenciosas. Nos dias em que a cabeça está demasiado cansada para me teletransporta, este bolo fresco, fofo e húmido também serve bem para o propósito.
DSC_0476

DSC_0481

Bolo de Limão e Côco

Para ouvir: Kings of Convenience – Cayman Islands

Inspiração: Confeitaria Hummingbird – Receitas de Sonho

Bolo: 70g manteiga, 245g açúcar em pó, raspa de 1 1/2 limão, 50g côco, 155 mL leite, 235g farinha, 2 c. chá fermento em pó, 3 claras de ovo

Xarope de limão: raspa e sumo de 1 limão, 50g açúcar em pó

Glacé de limão e côco: sumo de 1/2 limão, 125g açúcar em pó

  • Pré-aquecer o forno a 180ºC e forrar uma forma de bolo inglês com papel vegetal.
  • Bater a manteiga com açúcar, raspa de limão e côco até ficar bem ligado.
  • Juntar gradualmente o leite e bater até ficar bem incorporado. Adicionar a farinha peneirada.
  • À parte bater as claras em castelo. Incorporar as claras na mistura anterior, não batendo em demasia.
  • Verter na forma e levar ao forno durante 30-40min.
  • Xarope: Juntar o sumo e raspa de limão, açúcar e 100 mL de água numa caçarola e deixar levantar fervura. Ferver até ficar reduzido a metade ou ficar com consistência fina.
  • Após retirar o bolo do forno, picar com um palito e deitar o xarope sobre a parte de cima. Deixar arrefecer antes de desenformar.
  • Glacé: Misturar o sumo, açúcar e côco até ficar macio. Juntar mais água/ mais açúcar para diluir ou engrossar, conforme necessário.
  • Quando o bolo estiver frio, deitar o glacé por cima.

Bom apetite!!

DSC_0490

DSC_0495

Bolo para o Café

Caramelo, café e fim-de-semana. Parece-me impossível não gostar desta combinação! O inebriamento começa logo durante a cozedura, quando o caramelo se começa a espalhar por todas as divisões da casa. Felizmente não é necessário muito tempo no forno e, portanto, a tortura olfactiva é de curta duração e, rapidamente, podemos experimentar com todos os sentidos a maravilha que são estes quadradinhos. Um excelente extra para uma tarde caseira de domingo.DSC_0399 DSC_0409

Streuselkuchen

Streusel: 90g manteiga (em cubos), 150g farinha, 1/2 c. chá fermento, 100g açúcar amarelo

Caramelo: 100g açúcar, 1/2 c. chá café instantâneo

Massa do bolo: 100g manteiga, 225g açúcar amarelo, 4 ovos, 225g farinha, 1/2 c. chá fermento, 50mL café espresso frio, 1 c. chá café instantâneo, 2 c. sopa café de cevada

DSC_0382

  • Pré-aquecer o forno a 180ºC. Forrar um tabuleiro fundo (30×35 cm) com papel vegetal. Forrar um segundo tabuleiro com papel vegetal.
  • Caramelo: colocar o açúcar num pequeno tacho, polvilhar com água e levar a lume forte. Agitar suavemente, mas não mexer. Quando ficar dourado, polvilhar com o café e, depois, verter no segundo tabuleiro. Deixar arrefecer e endurecer.
  • Streusel: Colocar a manteiga, farinha, fermento e açúcar numa tigela. Esfregar entre os dedos até formar pequenas migalhas. Guardar no frigorífico.
  • Bolo: Bater a manteiga com açúcar até obter uma massa esbranquiçada. Juntar os ovos, um a um. Incorporar a farinha e o fermento. Adicionar o espresso, café instantâneo e café de cevada.
  • Colocar a massa do bolo no tabuleiro e espalhar uniformemente.
  • Esmagar o caramelo e misturar com o streusel. Polvilhar metade sobre a massa do bolo.
  • Formar torrões com o restante streusel e espalhar, também, sobre a massa.
  • Levar ao forno durante 20-30 min. Deixar arrefecer durante 10 min antes de desenformar e cortar em fatias.

Bom apetite!!

DSC_0411

Bolo de Chocolate e Framboesas

Apesar de associar as framboesas ao tempo de calor, a verdade é que a nossa produção caseira tem sido bastante generosa. Por isso, decidi utilizá-las como figurantes de um delicioso bolo de chocolate, aliás nada melhor que usar os nossos próprios produtos para dar um sabor especial às nossas receitas. É uma excelente opção para um aconchegante chá das 5.Processed with VSCOcam

 

Bolo de Chocolate e Framboesas

Inspiração: Dias com Mafalda

100 g manteiga, 1 cháv de açúcar, 1/2 cháv leite, 200 g chocolate branco em pedaços, 4 ovos, 4 cháv fermento, 2 c chá fermento, 1 cháv framboesas, 100 g pepitas de chocolate

  • Pré-aquecer o forno a 180ºC e forrar uma forma redonda com papel vegetal.
  • Colocar a manteiga, açúcar, leite e chocolate branco numa panela e levar ao lume. Cozinhar, mexendo, até o chocolate derreter. Deixar arrefecer ligeiramente e passar para uma tigela.
  • Juntar gradualmente os ovos, farinha e fermento. Combinar bem.
  • Envolver as framboesas e as pepitas de chocolate.
  • Levar ao forno durante 40 min.
  • Deixar arrefecer antes de desenformar.

Bom apetite!!

IMG_20141123_125203

Bolo de Chocolate com Caramelo

E aqui vai um post com quase um mês de atraso, mas que combina perfeitamente com estes dias mais frios de outono. Um combinação que não tem muito que se lhe diga, só mesmo que é perfeita.
IMG_20141029_165346

Bolo de Chocolate

275 g chocolate preto, 100 g manteiga, 2 ovos, 130 g açúcar amarelo, 50 g farinha, 1 1/2 c. chá fermento, 65 mL leite

  • Pré-aquecer o forno a 160ºC e forrar uma forma com papel vegetal.
  • Derreter o chocolate e a manteiga em banho-maria, mexendo até derreter. Deixar arrefecer ligeiramente antes de utilizar.
  • Bater os ovos com o açúcar. Juntar a farinha e o fermento e misturar bem. Incorporar o chocolate derretido. Juntar o leite cuidadosamente.
  • Levar ao forno durante cerca de 40 min.
  • Deixar arrefecer completamente antes de desenformar.

IMG_20141029_165411

Cobertura de Caramelo

150 g de açúcar, água, 1 dL natas, 30 g manteiga, 50 g miolo de noz tostado

  • Colocar o açúcar numa frigideira anti-aderente e humedecer com água. Levar ao lume e ferver até ficar um caramelo claro.
  • Juntar as natas e a manteiga. Deixar ferver durante 2-3 min.
  • Verter sobre o bolo. Polvilhar com as nozes.

Bom apetite!

IMG_20141029_165335

Apfelauflauf

Os lanches de fim-de-semana são a altura ideal para investir em pequenas delícias. Mesmo com o tempo apertado, há sempre receitas simples e rápidas que nos deliciam. E são estes pequenos momentos de felicidade que tornam cada dia especial.


Processed with VSCOcam

Apfelauflauf

Jamie Magazin, Janeiro/Fevereiro 2013 (versão alemã)

60 g manteiga, 85 g açúcar, 85 g farinha, 1 c. chá fermento, 1 ovo, 4 maçãs grandes fatiadas

  • Pré-aquecer o forno a 190º.
  • Bater a manteiga com o açúcar. Juntar a farinha, fermento e o ovo e misturar bem.
  • Derreter um pouco de manteiga numa frigideira. Salterar as maçãs polvilhadas com açúcar e canela até ficarem douradas (cerca de 5 min).
  • Colocar as maçãs numa forma redonda e distribuir a massa por cima.
  • Levar ao forno durante cerca de 15 min.

Bom apetite!!

P.S.: Parece-me que ficava excelente com molho de baunilha ou uma bola de gelado.

Processed with VSCOcam

Bolo de Verão que não é Sueco ☀︎

Este ano a confecção do bolo de aniversário da minha mãe foi delegada à minha irmã mais nova. Eu não tive a sorte de o poder provar, mas os elogios que me chegaram (a 300 km de distância!!) foram tão grandes, que a convidei a partilhar aqui a receita.

A minha mãe fez anos a 20 de Agosto e, como tal, os dias anteriores foram dedicados à pesquisa de bolos de aniversário com poucos ingredientes (ou que já existissem na despensa), que soubessem a Verão, isto é, pouco densos e pesados, e, já agora uma vez que os dias de praia vêm aí, com uma percentagem calórica reduzida.

Das infinitas tentações existentes nos livros de cozinha, reduzi-as a quatro possibilidades: tarte de ricotta de morango (in Seasons, Donna Hay), bolo de iogurte com xarope de polpa de maracujá (in Seasons, Donna Hay), pavlova e bolo de Verão sueco (in Cozinha o Coração da Casa, Nigella Lawson). O vencedor desta dura decisão foi… a Domestic Goddess Nigella.

Fiz algumas modificações porque a época dos morangos já passou, e agora o jardim é um oásis de framboesas, e decidi não fazer o creme de pasteleiro para preencher a camada do bolo, mas ao invés barrei-o com doce de morango (podia ser de framboesa ou outro doce, que tivessem em casa) e cobri ainda o interior com 6 merengues feitos também em casa (penso, que ficam mais suaves do que os suspiros que se compram).

O bolo é espectacularmente fácil de fazer e pouco calórico, sem manteiga, nem natas, o que me surpreendeu bastante, já que, vamos ser sinceros, a Nigella adooora estes dois ingredientes. Merengues idem aspas: simples. Já a montagem, pode suscitar mais medo, contudo, na altura de cortar e preencher o bolo, não é obrigatório que fique uma obra arquitectónica, cheia de ângulos de 90º e linhas rectas. O resultado final irá não só ser recheado de elogios e de “HMMM TÃO BOM”, como mesmo nos dias seguintes irá surpreender pela textura húmida e fresca que se mantém.

Para o bolo

2 ovos + 2 gemas

240g de açúcar + 10g de açúcar baunilhado

90 ml de água quente de uma chaleira acabada de ferver

2 colheres de chá de fermento

150g de farinha sem fermento

Raspa de meio limão

Manteiga para untar

1 forma redonda com 23 cm

  • Pré-aqueça o forno a 180ºC e unte o fundo de uma forma com manteiga e farinha.
  • Bata os ovos, o açúcar e a raspa de limão até obter um creme esbranquiçado e pastoso e com mais do dobro do volume. Depois sempre a bater, mas mais devagar junte a água quente.
  • Misture o fermento e a farinha noutra taça e junte-os gradualmente ao preparado anterior, certificando-se que não há grumos.
  • Deite a mistura na forma preparada e leve ao forno pré aquecido durante 30 minutos ou até alourar, crescer bem e um palito (ou garfo) sair limpo.
  • Mantenha o bolo na forma, durante 5 a 10 minutos antes de, cuidadosamente, desenformar e deixar arrefecer.

 

Para 12 merengues médios

2 Claras

117 g de açúcar em pó

Raspa de meio limão

  • Pré-aqueça o forno a 140ºC e forre um tabuleiro com um papel vegetal.
  • Bata as claras com uma pitada de sal numa taça sem gordura, primeiro a baixa velocidade (1 minuto), aumentando para velocidade média (2-3 minuto), até formarem picos duros.
  • Enquanto se bate, adicionar gradualmente o açúcar até o merengue estar brilhante.
  • Deite colheradas de merengue (cerca de 2 ½ colheres de sopa), crie picos em cima para dar textura. Deve obter cerca de 12 merengues.
  • Leve ao forno durante cerca de 30 min, até os merengues estarem pálidos e com um interior ainda húmido. Desligar e abrir a porta do forno, deixando-os arrefecer no seu interior.

 

Para montar o bolo

1 Pacote de iogurte natural

1 Colher de sopa de açúcar em pó (a gosto)

1 Mão cheia de framboesas (esqueci-me de pesar)

1 ½ Colher de sopa de amêndoas picadas

Doce de morango

  • Comece por preparar o molho de iogurte para colocar na parte de cima. Misture o pacote de iogurte e o açúcar em pó. Caso deseje junte também uma colher de doce de morango.
  • Aqueça uma frigideira e quando já estiver quente, torre as amêndoas.
  • Quando o bolo estiver relativamente frio, pegue numa faca de pão e corte-o em 2 camadas.
  • Coloque uma camada no prato para bolos e cubra com o doce de morango. Disponha os merengues por cima do doce e cubra com a camada de cima do bolo.
  • Por fim, cubra com o molho de iogurte e salpique as amêndoas torradas e as framboesas pelo topo, aleatoriamente.

NOTA: Se desejarem podem também esmigalhar os restantes merengues no topo (eu não tive coragem porque estavam muito bonitinhos)